Corpos de mulheres que morreram por Covid-19 são trocados em hospital e família enterra parente errado, na PB

Os corpos de duas mulheres que morreram por complicações da Covid-19 foram trocados no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, Grande João Pessoa, e uma das famílias acabou enterrando o corpo errado.

Segundo informações, a primeira vítima faleceu na última segunda-feira (7), e após o filho fazer o reconhecimento, o corpo da mulher foi liberado e enterrado na cidade de Capim de Mamanguape, Litoral Norte da Paraíba.

No dia seguinte, outra mulher faleceu também por complicações do coronavírus e a família que mora em Santa Rita foi buscar o corpo. Porém, ao fazer o reconhecimento, o filho disse que não se tratava do corpo da mãe.

O hospital ligou imediatamente para a outra família e comunicou sobre a troca, sendo que o corpo de Lucicleide Galdino dos Santos já havia sido enterrada no lugar do de Maria Daguia.

A Justiça determinou que fosse feita a exumação e o corpo foi encaminhado para o Instituto de Polícia Científica, onde através do exame de necropapiloscopia  foi identificado que realmente havia ocorrido a troca de corpos.

O corpo de Lucicleide Galdino foi então liberado para a família certa.

A reportagem do Notícia Paraíba entrou em contato com o Hospital Metropolitano e fomos informados que a unidade seguiu todos os protocolos de reconhecimento, mas que devido ao estado emocional dos parentes, eles podem ter se confundido ao fazer o reconhecimento.

O hospital ainda lamentou o ocorrido e disse que serão tomadas medidas administrativas e protocolos mais rigorosos deverão ser feitos a partir de agora para que situações como essa não voltem a se repetir.

Notícia Paraíba

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *