Comando Geral da Polícia Militar troca comandante do 3º Batalhão de Patos e região

O Comando Geral da Polícia Militar da Paraíba fez alterações no comando do Batalhão de Polícia Militar Regional de Patos. Em uma cerimônia de posse, na Câmara Municipal de Patos, tomou posse como novo Comandante do 3º Batalhão da PM de Patos e região metropolitana o tenente-coronel Esaú de Lucena, que até o momento estava à frente do BOPE.

O tenente-coronel Rômulo Ferreira, que era o então comandante do CPR II, foi transferido para a capital, João Pessoa, onde estará trabalhando diretamente com o Comando Geral da Polícia Militar.

O Comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Sérgio Fonseca de Souza, falou da necessidade das alterações para garantir e aumentar a sensação de segurança no sertão da Paraíba. Ele fez questão de destacar a capacidade técnica e a experiência dos comandantes.

“Nesse momento nós estamos mudando o comando do Batalhão de Patos e temos a certeza que o tenente-coronel Esaú, que já vinha realizando um grande trabalho à frente do Batalhão de Operações Especiais, o BOPE, ele tem experiência suficiente para trazer esse sangue novo. Temos a certeza que a Polícia Militar da Paraíba somada às demais forças de segurança, estará dando maior sensação de segurança para a região de Patos e para todo o sertão”, afirmou o comandante.

Tenente-coronel Esaú de Lucena Barboza agradeceu a confiança do comando geral em seu trabalho e conclamou a população e as instituições públicas a colaborarem com o trabalho da PM no sertão. Ele fez questão de comparar o cuidado que tem com a segurança público ao cuidado que tem com a sua própria família, ao fazer referência ao filho e à esposa.

“O desafio é grande, mas acho que o desafio maior seria suprir as demandas e as expectativas que a sociedade geral tem na Polícia Militar, e que minha tropa tem de mim, porque estamos aqui para cuidar das pessoas. O cuidado começa em casa, desde o meu filho, Ian, e minha esposa, porque são cidadãos, até os meus homens e mulheres que estão lá no 3º Batalhão, porque esse cuidado vai transbordar os muros e vai chegar à população. É assim que pretendemos trazer esse momento da segurança pública de nossa região. Um trabalho construído a muitas mãos é mais consistente e mais difícil de se desfazer. Então conto também com a sociedade e com o Poder Público e Judiciário”, afirmou Esaú.

Patosonline.com com informações e imagens de Wânia Nóbrega (Rádio Espinharas FM)

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.