Pai que foi preso acusado de abusar da filha e da sogra é inocentado, no Vale do Piancó

A sentença do juiz Antônio Eugênio Leite Ferreira Neto, da 2ª Vara da Comarca de Itaporanga (PB), inocentou o operador de máquinas Alberlândio Josué de Lima dos crimes a ele imputado, a exemplo dos supostos abusos sexuais cometido contra a própria filha e a sogra, no município de Curral Velho (PB).

Segundo a denúncia do Ministério Público, Alberlândio estava sendo acusado de praticar atos libidinosos contra a sua filha, desde os 03 anos de idade, e ainda teria abusado da sua sogra.

Por falta de provas que pudessem elucidar os casos, o magistrado aplicou o princípio do in dubio pro réu quando na dúvida, o réu é favorecido estando baseado na presunção da inocência, segundo a qual ninguém é culpado até que se prove o contrário.

A defesa técnica de Alberlândio foi feita pelo Advogado Clebson Wellington Leite de Sousa, que em contato com o Portal DiamanteOnline, externou a felicidade com relação a sentença prolatada, pelo ilustre juiz de direito.

“Foi reconhecida a inocência de Alberlandio, ao crime nefasto de estrupo de vulnerável, cometido contra sua própria filha. Deus ajudou pra que a verdade aparecesse! E quem porventura, tenha feito julgamentos antecipados sobre a pessoa de Berlandio, que reveja seus conceitos, pois denunciado não quer dizer condenado, não vamos julgar porque amanhã podemos está passando por situação semelhante” comenta o Dr. Wellington.

Ele falou ainda que desde o início sabia da inocência de Berlandio, por conhecer as evidências do processo.

“Estamos felizes em poder ver Berlandio de volta ao seu lar, com sua família, esposa e filhos! Desde já parabenizo Dr. Leonardo, promotor de justiça e Dr. Eugênio por terem realizado um julgamento justo!”, finalizou.

Apesar de ter absolvido o réu, o juiz aplicou medidas protetivas por um período de seis meses.

Diamante Online

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *