Padres da Diocese de Patos abrem mão dos salários durante pandemia do coronavírus

Os padres e o bispo da Diocese de Patos anunciaram que vão abrir mão dos salários por dois meses para manter as obrigações da Igreja, como pagamento de salário dos funcionários, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

A Diocese fará, ainda, a doação de R$ 55 mil para que o Hospital Regional do Município, que fica no Sertão do Estado, compre um respirador e outros equipamentos necessários para atender pacientes acometidos pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O valor, segundo o bispo dom Eraldo Bispo da Silva, será debitado do Fundo de Manutenção dos Presbíteros e representa um ato de solidariedade do clero diocesano neste momento de pandemia.

O Fundo de Manutenção dos Presbíteros da Diocese de Patos é mantido pelo dízimo deduzido das côngruas dos padres e do bispo. Também compõe esse caixa o repasse de 10% das festas de padroeiros e padroeiras das igrejas matrizes e 5% dos padroeiros de capelas, além de outras doações.

Até a manhã desta sexta-feira (03), a Paraíba tem 29 casos confirmados e um óbito causado pela Covid-19. A vítima fatal foi um patoense de 36 anos.

MaisPB com colaboração de José Filho – repórter da Itatiunga FM 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *