Motociclista morre após grave acidente na cidade de Patos

Por volta das 21 horas de ontem (quarta, 15) um acidente resultou numa vítima fatal e outra ferida em Patos. O fato aconteceu no contorno na saída de Patos para Campina Grande, na BR 230.

Uma mulher de nome Manuelita Nunes, mais conhecida por Litinha, residente no bairro do Santo Antônio, trafegava no sentido Campina Grande-Patos, em sua mobilete, quando a corrente do veículo saltou. Ao perceber que a corrente saltou, ela parou a moto na pista. Um táxi vinha atrás e atingiu a mobilete. Com o choque, Litinha foi jogada longe, sofrendo vários ferimentos pelo corpo. O garupa, um homem identificado apelas pelo apelido de Nenê, ficou em estado grave, foi levado pelo Samu e morreu pouco tempo depois de dar entrada no Hospital de Patos.

Nenê estava sem documentos e na manhã desta quinta-feira seu corpo permanecia no Hospital de Patos a espera de familiares. Nem a amiga Litinha sabe dizer muito a respeito dele. “O que eu sei é que ele era chamado de Nenê, dizia ter 44 anos, trabalhava de flanelinha, e a mãe dele, que é bastante idosa, reside na Vila Cavalcanti”, disse ela, que já foi liberada nesta quinta-feira, 16, e se recupera em casa.

De acordo com as informações o táxi não vinha correndo muito, mas o choque foi inevitável, uma vez que a condutora da mobilete parou o veículo na pista. O nome do taxista envolvido não foi informado.

Até a manhã desta quinta-feira o corpo estava no IML, sem identificação. O serviço social acionou a policia, que foi até o local onde ele morava, mas não encontrou ninguém.

No fechamento desta matéria recebemos a informação de que homem de nome Simão, proprietário da casa onde Nenê residia, está ajudando para que o corpo seja liberado e ele seja sepultado nesta quinta-feira, 16.

Folha Patoense

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *