Diretor e agente de presídio são indiciados suspeitos de liberar preso para ir a Motel, na PB

Suspeitos de terem liberado um preso para ir a um motel, um agente penitenciário e o diretor da cadeia pública de Solânea foram indiciados na quinta-feira (20) pela polícia civil. Em entrevista ao Portal ClickPB, o delegado seccional de Solânea, Diógenes Fernandes, informou que após o episódio o detendo não retornou ao presídio. 

De acordo com ele, o caso aconteceu no dia 17 de maio e o preso teria sido pego por uma mulher, natural de Soledade, em um veículo modelo Onix, próximo à unidade prisional. Alan Júnior, 28 anos foi embora com uma mala de roupas e ainda roubou uma pistola  040 da unidade. 

O homem que é natural do estado do Paraná, responde pelo crime de estelionato em diversos estados do país. Já foram registrados mais de 10 casos de crimes cometidos por ele. 

Segundo o delegado, o diretor responderá pelo crime de prevaricação e o agente por facilitação dolosa. Toda a equipe envolvida no caso foi afastada enquanto o processo administrativo se desenrola.”Entregamos o inquérito à Justiça na quinta-feira. Sabemos que ele fugiu junto com a sua namorada. Eles já tinham um caso desde a prisão do suspeito. Ela fugiu junto com os dois filhos dela”, explicou. 

ClickPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *