NA PB: Vereadora é enterrada em casa e IPC contesta

A vereadora da cidade de Nazarezinho Amanda Patrício Ribeiro (PV), de 46 anos, faleceu no último sábado (22) após sofrer uma falência múltipla de órgãos, em decorrência de uma grave doença nos rins. O fato curioso é que a parlamentar tinha o desejo de ser enterrada no quintal de sua casa, na pequena cidade do Sertão do estado. Após a morte, os familiares de Amanda realizaram seu desejo.

Crime

Apesar do sepultamento “incomum”, o Instituto de Polícia Científica da Paraíba (IPC-PB) afirmou que a prática não é aconselhável e pode ser caracterizada como crime de ocultação e vilipêndio de cadáver, previsto no artigo 211º do Código Processual Penal Brasileiro.

Luto

O prefeito da cidade de Nazarezinho, Salvan Mendes (PR) comentou sobre a morte da vereadora. “É uma pena. Apesar dela ser de um partido de oposição, as diferenças ficam apenas no campo político. Uma lástima”, disse.

Portal Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *