Mulheres foram assassinadas em Catolé do Rocha por dívida de R$ 100 que não era delas

Os homicídios de duas mulheres na Praça da Prefeitura de Catolé do Rocha foram motivadas por uma dívida de drogas no valor de R$ 100, feita pelo marido de uma delas, conforme apurado pela Polícia Civil. Um dos suspeitos foi preso e outros dois ainda são procurados pela polícia.

De acordo com o delegado Sylvio Rabello, o homem que contraiu a dívida era o foco do ataque, mas ele saiu ileso da situação. Duas mulheres morreram e um homem ficou ferido como resultado dos cerca de seis tiros disparados contra o grupo, que conversava na praça. As vítimas fatais foram identificadas como Adriana Gomes, de 20 anos, e Maria Clara Rodrigues, de 28 anos.

O crime ocorreu na noite da última terça-feira (7). Dois homens em uma moto alta se aproximaram do grupo de amigos que conversava na praça e começaram a atirar. Eles tinham um revólver calibre 38 cada um. A polícia acredita que ainda há uma terceira pessoa envolvida no crime, mas não deu maiores detalhes para não atrapalhar as investigações. O suspeito que foi preso encontra-se no presídio de Catolé do Rocha.

Veja o vídeo:

Câmera de segurança registra duplo homicídio em Catolé do Rocha; VEJA O VÍDEO

Câmera de segurança registra duplo homicídio em Catolé do Rocha; VEJA O VÍDEOMaria Clara Rodrigues, 20 anos, e Adriana da Silva Gomes, 18 anos, foram assassinadas em uma lanchonete no centro da cidade de Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba, na noite da última terça-feira (7).O crime aconteceu na frente de clientes, inclusive o irmão de Adriana, Renan da Silva Gomes, que a acompanhava, foi atingindo com um disparo em uma das pernas. Ele foi socorrido para o hospital da cidade, mas não corre risco de morte. Tudo foi registrado por uma câmara de segurança de um estabelecimento comercial.

Posted by Portal Catingueira on Thursday, January 9, 2020

Portal Catingueira com ClickPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *