Incêndio se alastra há cinco dias e causa prejuízos de mais de R$ 50 mil, no Vale do Piancó

Um morador da Zona Rural do município de Aguiar, no Alto Sertão paraibano, teve um prejuízo superior a R$ 50 mil após um incêndio criminoso destruir parte de sua propriedade. Além dele, outros moradores da região foram prejudicados pelo fogo, que começou no dia 9 deste mês, e teria sido provocado após um agricultor incendiar uma área de roçado perto de casa.

O incêndio vem sendo combatido desde quarta-feira (13) por cerca de dez homens do Batalhão de Corpo de Bombeiros de Itaporanga. Entretanto, como a denúncia contra o fogo só foi feita nessa quarta, as chamas consumiram casas, áreas de preservação e mataram animais.

“A população só chamou a gente quando a situação já estava fora de controle. Estamos combatendo o fogo para evitar que mais pessoas, animais e vegetação sejam consumidos”, informou o Corpo de Bombeiros.

Fogo começou no sábado

De acordo com o agricultor Eduardo Gregório, o incêndio começou por volta das 12h do sábado (9) quando um morador decidiu atear fogo em uma roça no terreno de sua residência. Porém, as chamas se alastraram e ficaram fora de controle, consumindo cerca de 1 mil hectares, segundo o Corpo de Bombeiros.

Eduardo teve um prejuízo calculado em R$ 50 mil. Uma casa próxima a propriedade de Eduardo também foi totalmente queimada e um cachorro morreu. Por sorte, o proprietário do local não estava lá no momento em que o fogo atingiu a residência. Além disso, o fogo também já matou saguis e outros animais de pequeno porte.

PM procura suspeito

Segundo o tenente Alvino, da 3ª Companhia da Polícia Militar em Patos, o responsável pelo incêndio já foi identificado, porém ainda não foi encontrado. Ele irá ser ouvido e responder na Justiça pela realização de um crime ambiental.

Vale do Piancó Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *