Bolsonaro demite general Santos Cruz, e outro militar assume Secretaria de Governo

O presidente Jair Bolsonaro demitiu nesta quinta-feira (13) o ministro Santos Cruz, da Secretaria de Governo. É a primeira baixa de um militar integrante do governo.

O presidente já escolheu o sucessor: é o general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, comandante militar do Sudeste.

De acordo com o Exército, Ramos é natural do Rio de Janeiro. Ele foi declarado aspirante a oficial da arma de Infantaria em 1979, e promovido a general de Exército, topo da carreira militar, em 2017. Entre as principais funções exercidas pelo general, estão o comando da 11ª Região Militar, em Brasília (DF), e da 1ª Divisão de Exército, no Rio de Janeiro (RJ). Também comandou a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti e foi vice-chefe do Estado-Maior do Exército.

O general Luiz Eduardo Ramos, novo ministro da Secretaria de Governo — Foto: Divulgação / Comando Militar do Sudeste
O general Luiz Eduardo Ramos, novo ministro da Secretaria de Governo — Foto: Divulgação / Comando Militar do Sudeste
O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta o general Luiz Eduardo Ramos, em abril, em solenidade do Dia do Exército, em São Paulo — Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República
O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta o general Luiz Eduardo Ramos, em abril, em solenidade do Dia do Exército, em São Paulo — Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República

Em carta à imprensa divulgada no fim do dia (leia a íntegra ao final desta reportagem), Santos Cruz confirmou a demissão, dizendo que deixava o governo “por decisão do Excelentíssimo Presidente Jair Messias Bolsonaro”.

Mais tarde, o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros também divulgou nota, na qual afirma que o presidente Jair Bolsonaro “deixa claro que essa ação não afeta a amizade, a admiração e o respeito mútuo, e agradece o trabalho executado pelo General Santos Cruz à frente da Secretaria de Governo”.

Segundo fontes do Palácio do Planalto, a demissão de Santos Cruz não abala o grupo militar que integra a equipe ministerial.

General da reserva, Santos Cruz foi alvo no mês passado de ataquesdo ideólogo Olavo de Carvalho, avalizados pelo filho do presidente, Carlos Bolsonaro.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *