Aposição da placa no Beco Inácio da Catingueira relembra a eterna cantoria da Vila de Patos

Será realizada nesta quarta-feira, dia 31 de julho, a partir das 19h, a programação de aposição da placa: “Beco Inácio da Catingueira”, ao lado da igreja da Conceição, pelo Instituto Histórico e Geográfico de Patos (IHGP), em parceria com a fundação cultural de Patos (Fundap) e o movimento literário “Os 100 bibliófilos”.

O evento relembra um marco histórico da poesia popular, quando aconteceu, na Vila de Patos, PB, em 1870, a cantoria mais demorada que se tem notícia, disputada pelo escravo Inácio da Catingueira e o proprietário rural, Romano de Mãe D’água, ambos paraibanos.

Na gestão do prefeito Edmilson Mota (1977 a 2003), foi sancionada a lei que deu nome ao beco, porém sem identificação e registro merecidos, feito agora resgatado pelos membros do IHGPatos.

A programação de aposição da placa consta, dentre outros atrativos, de uma peleja entre os cantadores Ivanildo Vila Nova e Jomaci Dantas, que irá relembrar o feito histórico de Inácio e Romano.

PROGRAMAÇÃO:

19:00 hs – Igreja de Nossa Senhora da Conceição: Celebração da Palavra e Comentário do Confrade Inácio Andrade.

20:00 hs: Discurso do presidente J.M.Victor e Aposição da Placa do Beco Inácio da Catingueira.

20:20 hs: Participação da Filarmônica 26 de julho.

20:40 hs: Homenagens poéticas a Inácio da Catingueira e Romano do Teixeira pelos Bibliófilos e Sócios do IHGPatos.

21:00 hs: Peleja entre os Cantadores Ivanildo Vila Nova e Jomaci Dantas.

IHGP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *