Funcionária pública é encontrada com sinais de violência e está entre a vida e a morte no Hospital Regional de Patos

Maria de Fátima Lucena, 59 anos, funcionária da Escola Normal e que trabalhou durante muitos anos na 6ª Regional de Educação (6ª GRE), foi encontrada na manhã desta quarta-feira, dia 13, com sinais de espancamento, sem roupa e bastante debilitada em sua residência na Rua Tenente Neném Lira, Bairro Novo Horizonte, em Patos.

Fátima, como era mais conhecida, estava ausente do trabalho há dois dias e chamou a atenção dos colegas, pois sempre foi muito assídua e disciplinada nas suas funções. Como as ligações telefônicas não eram atendidas e ninguém sabia o que estava ocorrendo, os amigos decidiram ir até a residência dela onde presenciaram a situação de terror.

Relatos dão conta que não havia sinais de arrombamento na residência, no entanto, o portão de acesso à área antes da sala estava com um cadeado e a porta interna aberta. Ao adentrarem na casa, presenciaram Fátima caída no chão do muro, despida e com sinais que podem confirmar espancamento e um possível Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Os amigos conseguiram entrar na casa com o auxílio da Polícia Militar que investiga o caso. Maria de Fátima foi socorrida para o Hospital Regional de Patos onde está em estado considerado gravíssimo e pode ser transferida para um centro mais avançado para os cuidados médicos.

Jozivan Antero – Patosonline.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *