Jovem patoense precisa de ajuda para realizar exames urgentes e diagnosticar doença

A jovem alegre, estudiosa e extrovertida nada faz lembra a que se vê atualmente ao lado da mãe. A cerca de 6 meses, a vida da garota Felícia Anny Pinheiro Batista, 17 anos, residente no Jardim Queiroz, em Patos, começou a mudar devido aos sintomas de uma doença que ainda não foi identificada devido à falta de recursos da família para realizar os exames exigidos pela médica.

cad44195b0dd9583572e2adc92af1b74

Felícia Anny estava cursando o 2º ano do ensino médio na Escola Estadual Auzanir Lacerda, no entanto, teve que abandonar a sala de aula quando a doença começou a ficar mais agressiva na vida da jovem. Relatos da mãe de Felícia, a senhor Albaniza Liberato, são de que a filha se queixava de dores nas articulações, apresentava glândulas na região do pescoço, mas quando a garota ia ao posto de saúde, o médico dizia que era problema psicológico e só receitava anti-inflamatórios.

Quando Felícia Anny começou a ter queda de cabelo, inchaço nas articulações, perca de peso, identificação de mais glândulas no pescoço, dores pelo corpo e falta de forças para realizar atividades corriqueiras, a família procurou ajuda no Centro de Especialidades Frei Damião, órgão da Secretaria Municipal de Saúde da cidade de Patos. A jovem foi atendida pela Dra. Bruna Fontes Almeida, especialista em reumatologia. A médica viu a gravidade do caso e encaminhou uma série de exames para um diagnóstico mais preciso da doença que acometeu a garota.

A família de Felícia Anny é pobre e não tem condições de realizar com urgência os exames necessários exigidos. Uma das tias da garota teve a ideia de realizar uma rifa para juntar os cerca de R$ 1.000,00 que serão necessários para os exames e se possível dar início ao tratamento após a doença ser diagnosticada. A rifa será possível graças a solidariedade de alguns que doaram perfumes, roupas íntimas e outros objetos de uso pessoal. Mesmo correndo contra o tempo, a rifa será realizada na noite de sábado, dia 13 de maio, na Rua Tenente José Dinoá, Jardim Queiroz, próxima praça do bairro, ao preço de R$ 5,00. A mãe de Felícia faz serviços de faxina e o pai está desempregado.

A reportagem do Patosonline.com fez contato com a médica Dra. Bruna Fontes para entender melhor o caso da jovem Felícia Anny. De acordo com a médica, Felícia tem sido acompanhada pelo serviço público de saúde e se encontra bastante debilitada. Dr. Bruna relatou que os exames são imprescindíveis para que o tratamento se inicie o mais rápido possível, pois a suspeita é de uma doença autoimune que pode ser o lúpus eritematoso sistêmico (LES), que afeta pele, articulações, rins, cérebro e também os demais órgãos. Mas a médica disse que sua suspeita só será diagnosticada adequadamente com a bateria de exames que darão um quadro completo do estado da saúde da jovem.

Levando o caso ao conhecimento da Secretaria Municipal de Saúde, o secretário adjunto de saúde, Wendel Palmeira, disse que a secretaria, através do laboratório municipal, vai dar prioridade na realização de alguns exames que estão ao alcance do órgão.

As pessoas que puderem ajudar podem fazer contato pelos telefones (83) 9 9862 5231 e 9 8158 5700.

Patosonline.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *