Corpo de agricultor morto a facadas chega a Itaporanga com comoção

img6O corpo do agricultor Roberval Pereira da Silva, conhecido como Galego (foto), de 37 anos, chegou à sua casa, na Rua Marta Batista de Moura, centro de Itaporanga, na tarde deste domingo, 6, e foi recebido com grande comoção pela esposa e filhos. Com gritos e choros intensos, os familiares reagiram à chegada do caixão. Uma filha dele desmaiou quando o carro funerário foi aberto, devido a forte emoção, mas foi reanimada por populares.

Pai de dez filhos, a maior parte deles menores de idade, além de três netos, todos dentro de casa, Roberval morreu na noite desse sábado, 5, instantes depois de dar entrada no hospital regional de Patos, para onde foi removido após sofrer mais de dez perfurações de faca, quando se encontrava em uma área de quiosques na Rua da Várzea, centro da cidade.

O autor do crime, Cícero Pereira da Silva, apelidado de Cigano, de 40 anos, foi preso por policiais militares instantes depois do fato, quando tentava fugir em uma moto em direção a São José de Caiana. Autuado pelo delegado Glêberson Fernandes, o acusado foi recolhido à cadeia pública. Ciúmes foi o motivo alegado por ele para praticar o homicídio.

Um cunhado do acusado, preso pelos policiais por supostamente auxiliar Cícero na fuga, foi solto após ser ouvido pelo delegado. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado, mas terá que, posteriormente, apresentar-se à Justiça para prestar esclarecimentos.

O corpo de Roberval será sepultado na manhã desta segunda-feira, 7. Tido como um homem muito trabalhador, ele sustentava os filhos e esposa trabalhando como agricultor e servente de pedreiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *