TCE-PB reprova contas de cinco prefeituras e gestores devem devolver R$ 2,3 milhões

Dois prefeitos e três ex-prefeitos da Paraíba tiveram as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), nesta quarta-feira (9). O TCE emitiu um parecer contrário à aprovação das contas de 2013 do prefeito de São Miguel de Taipu e das contas de 2013 e 2014 do prefeito de Cruz do Espírito Santo.

O Tribunal de Contas impôs um débito de R$ 1,5 milhão ao prefeito da cidade de São Miguel de Taipu, Clodoaldo Beltrão Bezerra de Melo, por disponibilidade financeira não comprovada, gastos excessivos com obra pública e aplicações insuficientes em educação e saúde. O prefeito ainda pode recorrer da decisão. Em sua defesa, o prefeito atribuiu os problemas ao desleixo de assessoria já punido com a demissão do antigo contador.

Já o então prefeito de Cruz do Espírito Santo, Pedro Gomes Pereira, teve a reprovação das contas de 2013 e 2014 mantidas pelo TCE. O mesmo aconteceu com as contas de 2010 do ex-prefeito de Cajazeiras, no Sertão paraibano, Leonid de Souza, com um débito de mais de R$ 143 mil por conta de despesas não comprovadas com serviços de consultoria.

O ex-prefeito de Cacimba de Dentro, Edmilson Gomes, também teve as contas de 2014 da prefeitura reprovadas. O TCE impôs um débito de mais R$ 713 mil por despesas sem comprovação documental, de acordo com o voto do relator Nominando Diniz. A defesa do ex-prefeito vai recorrer da decisão.

Além disso, o recolhimento insuficiente de contribuições previdenciárias acarretou a desaprovação do TCE, por maioria, às contas de 2015 apresentadas pelo ex-prefeito de Dona Inês, Antonio Justino de Araújo Neto, no entanto, ainda cabe recurso.

Aprovação de contas

Ainda na quarta-feira (9) houve aprovação às contas de 2016 do ex-prefeito de Olivedos Grigório de Almeida Souto e da ex-prefeita de Pilões, Adriana Aparecida Souza de Andrade, exercício de 2014.

G1-PB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *