Desabastecimento deixa 12 cidades da PB em colapso total. Em Patos, Procon se pronuncia

Até o início da noite dessa quinta-feira (24), no interior do estado, pelo menos 12 municípios estavam sem combustível, de acordo com o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis da Paraíba. No começo da tarde, Campina Grande entrou em colapso total.

A liberação de 30% pelo comando da greve para serviços essenciais foi considerada um respiro diante do sufoco. Os municípios que estavam até essa quinta-feira  sem combustível eram: Juazeirinho, Junco do Seridó, Assunção, Tenório, Picuí, Alagoa Grande, Ingá, Juarez Távora, Belém, Soledade, Areia e Campina Grande.

Diante das denúncias, o secretário do PROCON Patos, Bruno Maia, juntamente com a equipe de Fiscalização do órgão, percorreu durante todo o dia esses postos, coletando dados, anotando os valores e orientando vendedores e consumidores.

O PROCON solicita ainda que a população continue denunciando e que todas as denúncias serão devidamente apuradas. Como também orienta os proprietários dos postos que mantenham suas documentações visíveis para verificação.

Patosonline com informações do Portal Correio 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *