Defesa consegue absolver filho que matou ex-prefeito de Nova Olinda

O 1º Tribunal do Júri julgou na tarde desta quarta-feira (30), no Fórum Afonso Campos de Campina Grande, Francisco Raimundo de Sales, 42 anos de idade, acusado de matar o pai, o ex-prefeito de Nova Olinda (PB) João Raimundo Neto de 69 anos de idade.

a94d3f5a510cabe1e5

O fato ocorreu no dia 25 de agosto de 2014 na cidade de Nova Olinda. Segundo informações, Sales Raimundo discutiu com o pai, e em seguida o atropelou ocasionando sua morte.

O julgamento que teve momentos de tensão, começou por volta das 14 horas e só terminou às 20 horas.

Marcílio Batista e Carlos Cícero de Sousa advogados de defesa, demonstraram ao corpo de jurados que, na época Francisco Sales era portador de transtorno delirante, o que o tornava incapaz de entender o caráter ilícito do fato ou se autodeterminar, sendo enquadrado no Art. 26 do Código Penal Brasileiro.

A defesa do réu, desqualificou o crime de homicídio doloso, para homicídio culposo, quando não se tem a intenção de matar.

Diante dos fatos, o juiz decidiu pela absolvição de Francisco Raimundo de Sales que teve liberdade imediata.

O julgamento foi presidido pelo o juiz substituto, Bartolomeu Correia Lima Filho.  Atuaram na defesa do acusado, os advogados José Marcílio Batista e Carlos Cícero de Sousa, ambos militantes no Vale do Piancó. O Ministério Público foi representado pelo promotor de justiça Raniery da Silva Dantas e Epitácio Pereira como advogado de acusação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *