Exame de DNA nos acusados da morte de empresário piancoense deu negativo

O exame de DNA realizado no tênis encontrado no interior da casa do comerciante assassinado Lindoberto Pereira de Andrade, na cidade de Piancó deu negativo.

O resultado deu negativo na comparação com o código genético dos suspeitos presos que também foram submetidos ao DNA. Um tênis deixado no local levantou suspeitas que su poderia pertencer a Rodrigo Ribeiro de Sousa, (Paulistinha), de 29 anos de idade, ou de Alex Fernandes Gonçalves Bento, (Nego Alex), de 20 anos de idade. Alex já foi colocado em liberdade.

Já Paulistinha permanece preso acusado de outras ações penais. Porém, o delegado José Pereira, confirma que os dois continuam sendo investigados. Rodrigo e Alex negam envolvimento no caso.

Vale News PB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *