Cidadãos denunciam crime praticado por funerárias na aplicação de formol em cadáveres, em Patos

O diretor do Hospital Regional de Patos e o chefe da Vigilância Sanitária Estadual foram procurados pela reportagem do Patosonline, através do repórter Fábio Diniz, para tomar conhecimento de denúncias feitas com relação à aplicação de formol em cadáveres que ficam no necrotério do Hospital Regional de Patos. A atividade criminosa pode estar sendo praticada por funcionários de funerárias e conta com a conivência de funcionários do necrotério.

pt

A prática é considerada criminosa por ser realizada por pessoas não habilitadas e sem autorização de autoridades sanitárias e da própria segurança pública. O uso do formol, de acordo com José Leudo, diretor do hospital, é proibido no necrotério e nas dependências do Hospital Regional de Patos. Leudo disse que se algum funcionário for pego em tal prática ou contribuindo com ela, deverá ser exonerado do cargo.

Fábio Diniz, A Metralhadora da Notícia, recebeu denúncia de familiares que relataram que foram procurados por funcionários de funerárias oferecendo o serviço de aplicação de formol em cadáveres. O repórter buscou também informações do chefe da Vigilância Sanitária Estadual, Petrônio Gouveia, para relatar o caso. Petrônio disse que o procedimento de uso do formol em cadáveres só pode ser aplicado por profissionais qualificados, tais como médicos habilitados para tal caso ou outras pessoas qualificadas.

Petrônio disse que o fato será levado ao Ministério Público Estadual (MPE) para que seja aberto um procedimento de apuração da denúncia. Ele também relatou que a autorização para aplicação do formol em cadáveres deve ter licença concedida pela pelas autoridades de segurança pública e ter por escrito a autorização de familiares para tal procedimento.

A reportagem buscou falar com donos de funerárias da cidade de Patos, porém nenhum deles quis se posicionar sobre a denúncia.

Patosonline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *