“O motivo do rompimento com Lucélio foi a falta de respeito e atenção com Catingueira”, afirmou Edivan

Após romper com Lucélio Cartaxo (PV) e aderir a candidatura de José Maranhão (MDB) na disputa pelo governo do estado, o ex-prefeito de Catingueira, Edivan Felix, explicou os motivos que o levaram a troca de candidatos faltando pouco mais de duas semanas para as eleições.

O principal motivo teria sido a falta de atenção dos que organizam a campanha de Lucélio com o Vale do Piancó e Catingueira. Edivan taxou o pouco caso de Lucélio com Catingueira como falta de respeito com o seu povo e afirmou que não admitia isso.

“O principal motivo foi a desorganização de quem faz a campanha de Lucélio Cartaxo aqui no Vale do Piancó. Não tem sintonia, diálogo, portanto é complicado fazer política assim. Ele ia visitar várias cidades do Vale, mas deixou Catingueira de fora, isso eu não admito, faltar com respeito com minha gente querida”. Afirmou Edivan durante entrevista.

Esses motivos, segundo o ex-prefeito, o levaram a oficializar o seu apoio a Maranhão, durante reunião realizada com o candidato na noite da última terça-feira (18), na cidade de Campina Grande. Ainda nessa reunião, Edivan afirmou que Maranhão garantiu deixar o comando do MDB na cidade a disposição do ex-prefeito.

O MDB é o partido do atual prefeito de Catingueira, Odir Borges, que foi eleito pela legenda derrotando o candidato de Edivan nas eleições de 2016. O partido tem como presidente em Catingueira o ex-vereador Josivan Marques.

Ainda segundo Edivan, o diretório do MDB em Catingueira já teria sido destituído, cabendo agora ao ex-prefeito indicar alguém de sua confiança para comandar o partido.

Portal Catingueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *