Agentes de Saúde de Catingueira participam de capacitação para detecção precoce de câncer de boca

A Secretaria de Saúde de Catingueira, através da Coordenação de Atenção Básica e Saúde Bucal, realizou na última terça-feira (09) uma capacitação para os Agentes Comunitários de Saúde.

A capacitação foi coordenada pelos odontológicos Dr. Moises Camboim e Dra. Juliana Rodrigues Paulo sobre detecção Precoce de Câncer de Boca. Estiveram presentes a Coordenadora a Atenção Básica, Luciana Monteiro, a Enfermeira Lanna Thais e todos os Agentes Comunitários de Saúde do município.

O Secretário de Saúde Ruclenato Gomes avaliou a capacitação como positiva. Ele disse que o intuito foi qualificar os profissionais que estão próximos da população no dia a dia para detecção de possíveis problemas bucais.

A Coordenadora Luciana Monteiro disse que a capacitação foi importante para capacitar os Agentes de Saúde para que os mesmos possam realizar uma busca ativa na população e para as Unidades Básicas de Saúde os usuários com suspeita de lesões na cavidade oral e, possivelmente, serem examinados pelos odontólogos para possível detecção precoce de câncer de boca.

O exame rotineiro da boca feito por um profissional de saúde pode diagnosticar lesões no início, antes de se transformarem em câncer. Pessoas com mais de 40 anos que fumam e bebem devem estar mais atentas e ter sua boca examinada por um cirurgião dentista pelo menos uma vez ao ano.

Quanto mais cedo o câncer de boca é descoberto, melhor o prognóstico. Quase 90% das pessoas com cânceres nas fases precoces sobrevivem 5 anos ou mais depois do diagnóstico.

No Brasil, o INCA estima para 2016 por volta de 15.490 casos, sendo 11.140 homens e 4.350 mulheres. Em 2013 foi responsável por 5.401 mortes, 4.223 homens e 1.178 mulheres.

Observa-se que na prática, o ACS é o profissional da equipe de Saúde da Família que vai rotineiramente às casas das famílias acompanhadas. É ele quem faz a comunicação entre as famílias e os demais profissionais da equipe, bem como orientam os indivíduos e a família quanto aos cuidados de saúde.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *